jump to navigation

Moradores apreensivos com projeto de prédios em Jenipabu 19/05/2011

Posted by Fiscal Ambiental in Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: Diário de Natal.

Audiência pública realizada ontem discutiu impactos ambientais de possível obra
Fernanda Zauli // fernandazauli.rn@dabr.com.br

Apreensão. Esse é o sentimento que toma conta dos moradores das praias de Santa Rita e Jenipabu com a possibilidade de construção do Santa Rita Village, um empreendimento imobiliário com 36 prédios, que totalizam 984 apartamentos de 59 metros quadrados cada. Em audiência pública realizada na manhã de ontem com representantes da Valero Brasil Empreendimentos Imobiliários (responsável pelo projeto), Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), Ministério Público, Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental de Jenipabu, e prefeitura de Extremoz, a população teve a oportunidade de tirar dúvidas quanto ao empreendimento e apresentar sugestões.


Condomínio ficaria localizado em Área de Proteção Ambiental (APA) Foto:Fábio Cortez/DN/D.A Press

Para o presidente do conselho comunitário da praia de Santa Rita, João Maria Canuto de Souza, a construção de um empreendimento desse porte pode trazer benefícios para a comunidade local, desde que haja uma preocupação com os impactos ambientais e sociais na região. “A comunidade quer esse empreendimento, mas nós queremos que ele venha com ações sustentáveis. É no mínimo preocupante a construção de uma obra como esta em um local que não tem saneamento básico. Então tem questões que nos preocupam e que nós queremos saber o posicionamento da empresa em relação a elas”, disse.

A educadora Rita de Cássia, 40, pensa diferente. Para ela, a localidade não tem infraestrutura para receber um condomínio desse porte e a obra não trará benefícios para a comunidade local. “Eu moro aqui há 16 anos e, na minha casa, não tem água encanada, luz elétrica é gambiarra, não tem saneamento básico. Se não tem para casas pequenas que estão aqui há anos como terá para 36 prédios? As pessoas estão contando com oferta de empregos para a obra, mas isso será durante os três anos da construção. E depois? O que a população daqui ganha com esse empreendimento?”, criticou.


+ Mais
Pedido de licença é analisado pelo Idema
Diretora diz que empreendimento terá 36 blocos

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: