jump to navigation

Mais de 30 toneladas de lixo são retiradas do Estuário do Rio Potengi 07/07/2011

Posted by Fiscal Ambiental in Idema, Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: Tribuna do Norte.

Balanço realizado pelo Programa de Recuperação do Estuário do Rio Potengi, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), mostra que no primeiro semestre deste ano foram retirados 36 toneladas de lixo do estuário do rio Potengi. Para conscientizar a população sobre a importância de preservação do manancial, o Programa mantem o projeto Barco Escola Chama-Maré e promove atividades de educação ambiental em escolas circunvizinhas ao rio, além de realizar periodicamente mutirões de limpeza e conscientização.

divulgação/idemaMontante foi coletado no primeiro semestre deste ano. O monitoramento e coleta regular de resíduos sólidos ocorrem de segunda a sábado, em 16 pontos pré-definidosMontante foi coletado no primeiro semestre deste ano. O monitoramento e coleta regular de resíduos sólidos ocorrem de segunda a sábado, em 16 pontos pré-definidos

O monitoramento e coleta regular de resíduos sólidos ocorrem de segunda a sábado, em 16 pontos pré-definidos entre a Ponte de Igapó e a Fortaleza dos Reis Magos. Para tanto, se utiliza de uma embarcação com estrutura física que permite atracar nas margens do rio em diferentes condições de maré. O Programa de Recuperação do Estuário do Potengi é realizado pelo IDEMA e operacionalizado pela Fundação para o Desenvolvimento Sustentável para a Terra Potiguar (Fundep).

A bióloga coordenadora do Programa, Vilma Maciel, ressalta que os resíduos coletados são de diversos tipos e explica que, de uma maneira geral, tem-se uma falsa impressão que a população que reside às margens do rio é a única responsável pela poluição. No entanto, percebe-se que parte do lixo lançado nas ruas de diversos bairros da cidade chega ao estuário carreado pelas águas das chuvas.

Uma importante ferramenta de conscientização ambiental utilizada no âmbito do Programa são as aulas passeio realizadas pelo Barco Escola Chama Maré. De janeiro a junho, mais de nove mil pessoas foram atendidas e conscientizadas sobre o estuário do rio Potengi como lugar de memória, despertando o sentimento de pertencimento e de cuidado com este importante patrimônio ambiental.

O Programa também desenvolve um trabalho educativo, através do Grupo de Educação e Percepção Ambiental, que promove atividades em escolas localizadas nos bairros que margeiam o Potengi, com o objetivo de estimular a mobilização dos estudantes para atuarem como agentes multiplicadores junto à comunidade.

Ao longo do ano também são realizados mutirões de limpeza e educação ambiental. O último ocorreu no dia 28 de maio e contou com a participação de 160 voluntários, dentre universitários e membros da sociedade civil organizada.

ETE do Baldo

O início da operação da Estação de Tratamento de Esgotos do Baldo também é comemorado pelos que integram o Programa de Recuperação do Estuário do Rio Potengi. De acordo com informações da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), com um mês de operação, a ETE do Baldo está atingindo 90% de eficiência na retirada da carga orgânica dos efluentes recebidos pela unidade. O complexo iniciou o processo de tratamento de 115 litros de esgotos por segundo, 25% de sua capacidade (450 l/s) e a expectativa é de que chegue a 40% até o final de julho.

Com informações do Idema

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: