jump to navigation

Mossoró: “Paredão” de som de R$ 50 mil é apreendido por poluição sonora 03/08/2011

Posted by Fiscal Ambiental in Meio Ambiente Urbano.
trackback

Da redação do Diário de Natal ocm informações da Policia Ambiental de Mossoró.

Um equipamento de som avaliado em R$ 50 mil foi apreendido no último sábado (30) no município de Mossoró, por crime de poluição sonora. Policiais militares do 3º Pelotão de Proteção Ambiental realizaram a apreensão do “Paredão de som”, como é conhecido, após receber uma denúncia  anônima relatando o problema no local.

Segundo o comandante da viatura, o Soldado Marcelo, no local foi constatado “o elevado índice de poluição sonora”, obtendo o índice de 96,4 dB com a fonte sonora ligada. Após ser comprovada a denúncia, os policiais conduziram o acusado e o aparelho sonoro à DP de Plantão.

Anúncios

Comentários»

1. NALDO - 09/09/2011

SÓ SENDO MUITO IDIOTA PRA NÃO PERCEBER QUE O BARULHO DO SOM PRODUZIDO NA ESTAÇÃO DAS ARTES,OU DO PARQUE DE VAQUEJADA,OU AINDA DAS FESTAS LOCAIS NAS IGREJAS DAS DIOCESES,ESTÁ BEM ACIMA DOS LIMITES PERMITIDOS E NESSES LOCAIS NUNCA VÍ NEM O CARRO DA POLICIA AMBIENTAL APARECER POR LÁ IMAGINA OS POLICIAIS,POR QUE ? POR QUE SÃO OS “GRANDES”? AGORA,NOS BOTECOS E PEQUENOS BARES,O PESSOAL DA AMBIENTAL JÁ CHEGA APREENDENDO E AMEAÇANDO TODO MUNDO POR DESACATO. OU APLICAM A LEI PARA TODOS OU DEIXEM DE QUERER BANCAR OS “CORRETOS” QUE DISSO A AMBIENTAL NÃO TEM NADA QDO AGEM ASSIM. ERA SÓ O Q FALTAVA MESMO, ORA; VÃO PROCURAR O QUE FAZER…

Gustavo Szilagyi - 09/09/2011

Não sei a realidade de Mossoró, apesar de termoa vários amigos na capital do Oeste. Mas aqui em Natal, todas estas atividades que você citou acima são LICENCIÁVEIS, e havendo licença, a festa pode ocorrer no meio da rua sim, dentro daquela faixa de horário pré-estabelecido e dentro de todas as condições definidas pelo orgão ambiental, inclusive festas com Paredões tb é passível de ser licenciada, em lugar adequado, óbvio, pois não é em qualquer lugar que se é permitido fazer zuada atoa.
O grande problemas dos proprietários de PAREDÕES chama-se EDUCAÇÃO e RESPIETO.
Os proprietários deste tipo de equipamento se acham no direito de colocar todo mundo para ouvir o arremedo de notas musicais que eles chamam de música. Além de ser de péssimo gosto, ainda colocam as alturas, atrapalhando o sossego de todos, o direito da pessoa estar em casa e conseguir assistir a um programa idióta na TV, seja ele qual for.
Quer ouvir sua música sussegado? Feche os vidros do carro, entre na sua garagem, feche-a todinha (preferencialemtne com isolamento acustico) é bote para arregaçar. Aí vc não vai ter problemas com polícia, com visinho, com fiscal, com promotor, com o papa com ninguém.

2. MMM - 10/10/2011

E interessante informar que apenas a Licença Ambiental não quer dizer quase nada, afinal além da licença deve-se obedecer a “lei do silêncio” e o nível de dbs, o local além de ter a licença, terá que adequar o ambiente, o que os pequenos bares não tem condições financeiras. Sou de acordo da formalização de bares apenas com a Licença. Pois se no memorial descritivo aceito pela Secretaria (GGA em Mossoró) explica o que acontece no bar, por que não é aceito pela Policia Ambiental o funcionamento, mesmo sendo aprovada pela Secretaria? Algo está errado!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: