jump to navigation

Lavras – Prefeitura fiscaliza bares e lanchonetes pelo uso de 16/11/2011

Posted by Afauna Natal in Fiscalização de Serviços Urbanos - FSU, Fiscalização Urbanística, Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: Lavras 24 Horas.

Houve mudança na Lei que permite o uso em Maio. (Foto:  ASSCOM Prefeitura)

Os fiscais do setor de Fiscalização e Posturas da Secretaria Municipal de  Fazenda (Semfa) trabalham nas ruas de Varginha para verificar o mumprimento da
Lei Nº 2.869/97 que trata das regras para que bares, lanchonetes, sorveterias e  estabelecimentos do gênero utilizem as calçadas para colocar mesas e cadeiras. A Lei Nº 5.365 de 23 de maio de 2011 trouxe novidades nas normas e, por isso, a Prefeitura de Varginha intensificou a fiscalização.

Os passeios em área de entretenimento, em frente a bares e lanchonetes, após
às 18h durante a semana e durante o dia todo aos finais de semana e feriados,
podem ser utilizados desde que a calçada tenha mais de 1,40 metro de largura.

Além disso, deve ser reservado 1,20 metro livre para o uso do pedestre, independente se o local possui poste ou hidrante. O local também deve ser protegido com gradil removível, e a colocação, retirada e manutenção dele é de responsabilidade do proprietário do estabelecimento.

Para auxiliar no trabalho e orientar os proprietários, os fiscais do setor de Fiscalização e Posturas, juntamente com funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (Sosub), pintaram faixas nas calçadas com espaço demarcado corretamente mostrando o limite de onde podem ser colocadas as mesas e cadeiras.

“A ação efetiva da administração vem garantir o cumprimento da lei e do direito de trânsito livre nos passeios pelos cidadãos. O espaço demarcado deixa claro para o proprietário do estabelecimento e também para o pedestre qual o limite para a colocação do gradil”, ressalta o secretário municipal de Fazenda, Bertonlúcio Mendonça de Macedo.

Notificações

O Setor de Fiscalização e Posturas visita os estabelecimentos e os que não respeitam a Lei são, primeiramente, notificados. Depois disso, é dado um prazo que depende de cada caso e, se não houver a adequação, é aplicada uma multa de R$ 7.761,97.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: