jump to navigation

Regulamentações do Plano Diretor serão debatidas esta semana 18/12/2011

Posted by Afauna Natal in Fiscalização Ambiental, Fiscalização Urbanística, Meio Ambiente Urbano, Plano Diretor, Semurb.
trackback

Fonte: No Minuto.com.

Nos próxinos dias 21 e 22 de dezembro serão discutidas as ZPA’s onde está inserido o Morro do Careca e a do Farol de Mãe Luiza.

Por Gerlane Lima, com informações da Assessoria

Para iniciar o processo de revisão do Plano Diretor de Natal (PDN), realizado pela última vez em 2007, foi deflagrado em junho deste ano pela Prefeitura do Natal, as discussões para regulamentação de instrumentos pendentes desde 1994.

A segunda etapa dessa discussão, se inicia nos próximos dias 21 e 22 de dezembro, com duas audiências públicas para discutir as Zonas de Proteção Ambiental (ZPA’s) 6 e 10 e Operação Urbana Consorciada Centro Histórico.

Na primeira audiência, que acontece no dia 21 serão discutidas as ZPA’s 6 e 10. Em Natal existem dez ZPA`s, sendo que cinco delas já são regulamentadas. De acordo com o arquiteto e urbanista do Departamento de Planejamento Urbanístico e Ambiental da Semurb, Daniel Nicolau, “As ZPA`s são zonas especiais instituídas pelo Plano Diretor para a preservação, manutenção ou recuperação de uma paisagem ambiental e patrimônio histórico, em que se restringe o uso o ocupação do solo”, explica.

A ZPA-6, onde está inserido o Morro do Careca, se configura como recanto natural de notável beleza por seus aspectos panorâmicos, florísticos, paisagísticos, de interesse cultural, recreativo e turístico. E a ZPA-10 também chamada de Farol de Mãe Luiza e seu entorno, é composta pelas encostas dunares adjacentes à Via Costeira, entre o Farol de Mãe Luiza e a Avenida João XXIII, também de valor cênico paisagístico, histórico, cultural e de lazer.

“Cada uma das ZPA’s possuem características importantes para o equilíbrio ambiental da cidade como as áreas de recarga e afloramento de aquífero, além de fauna e flora locais e ambientações históricas”, acrescenta Nicolau.

Os debates do dia 22 irão abordar a Operação Urbana Consorciada Centro Histórico. Este instrumento estabelece regras de preservação e utilização do sítio histórico da cidade. Segundo o arquiteto da Semurb, João Galvão, a revisão da Operação inclui os bairros da Ribeira, Cidade Alta, Santos Reis e Rocas, os núcleos mais antigos da cidade.

A Operação Urbana trata de questões como preservação do conjunto arquitetônico, devido ao processo de tombamento, incentivos fiscais para investimentos na área, implantação de ações e programas de fomento a cultura e educação patrimonial material e imaterial, ampliar a infraestrutura entre outros, explica o arquiteto.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: