jump to navigation

Idema apresenta hoje projeto para o maior cajueiro do mundo 22/12/2011

Posted by Afauna Natal in Idema, Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: Tribuna do Norte.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) vai apresentar às 16h, no auditório da Governadoria, o Projeto de Proteção ao Cajueiro de Pirangi. O Idema destacará as medidas para assegurar a preservação do cajueiro e solucionar os problemas de mobilidade na área, decorrentes do seu crescimento. O projeto arquitetônico desenvolvido para proteção e contemplação do maior cajueiro do mundo também será apresentado.

Aldair Dantas

Cajueiro cresce sem controle e invade as principais ruas da movimentada Praia de Pirangi, litoral SulCajueiro cresce sem controle e invade as principais ruas da movimentada Praia de Pirangi, litoral Sul

A Associação de Moradores de Pirangi do Norte (Amopin), autorizada a administrar o maior cajueiro do mundo, confirmou a presença no encontro. O presidente da Amopin, Francisco Cardoso, informou que a associação aceita qualquer proposta de solução para resolver a questão do crescimento da árvore, desde que não haja cortes nos galhos. “Hoje estamos esperando uma solução viável. O cajueiro só precisa de espaço, ele só quer crescer” informou Francisco Cardoso.

O promotor de Meio Ambiente de Parnamirim, José Fontes de Andrade, lamenta que as últimas propostas apresentadas para o cajueiro de Pirangi visem apenas a melhoria do entorno da árvore, como o trânsito local. Para ele está faltando um projeto de viabilização para o próprio cajueiro. Sobre a proposta de elevação dos galhos apresentada no encontro do Conselho Estadual de Meio Ambiente – Conema, no dia último dia 15, a promotoria  se mostrou contrária.

“A Promotoria está disposta a discutir um projeto viável, já que o cajueiro é uma unidade de conservação ambiental. Ele é único no mundo e isso não pode ser esquecido. É necessário que as soluções apresentadas não sejam paliativas e principalmente que  sejam voltadas para o cajueiro”, informou José Fontes. A Promotoria destaca que essa época não é apropriada para mexer na árvore, visto que esse é o período em que a planta está florescendo.

O maior cajueiro do mundo, é decorrente de uma anomalia genética e ocupa hoje uma área de 8.500 m². Durante o ano, a árvore recebe cerca de 200 visitantes diariamente. Com a chegada do verão são previstas de 600 a 800 visitas por dia. Francisco Cardoso informou que o cajueiro possui 26 funcionários, uma assessoria de comunicação e jurídica, além de um agrônomo. O cajueiro de Pirangi produz 80 mil frutos por ano, que são oferecidos aos visitantes.

Durante o evento na Governadoria haverá a assinatura do Termo de Cooperação a ser firmado entre  o Idema, a Secretaria Estadual de Turismo do Rio Grande do Norte – Setur-RN e Associação dos moradores de Pirangi do Norte (Amopin), assegurando a intervenção na área do cajueiro para início da primeira etapa do projeto. Participam do encontro representantes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Instituto de Assistência Técnica do RN (Emater), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn).

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: