jump to navigation

Bahia – Festas populares com fiscalização rigorosa 09/01/2012

Posted by Afauna Natal in Fiscalização de Serviços Urbanos - FSU, Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: SSP/BA.

Festas populares com fiscalização rigorosaMaior rigor na fiscalização com ambulantes nas festas de verão e no carnaval foi o principal tema do encontro que reuniu o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, e diversos representantes de órgãos estaduais e municipais envolvidos nas festas de rua de Salvador, na manhã desta sexta-feira (6), no auditório da SSP (Centro Administrativo da Bahia). A ação já terá início a partir da próxima quinta-feira (12), na Lavagem do Bonfim.

Dentre as principais medidas adotadas nos planejamentos da SSP, Empresa Salvador Turismo (Saltur) e Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Prevenção à Violência (Sesp) estão um maior rigor quanto à instalação de vendedores ambulantes não cadastrados pela Sesp e o atraso no cumprimento da programação do desfile pelas entidades carnavalescas. De acordo com o secretário, a integração dos órgãos responsáveis pelo carnaval permitirá que se faça uma festa mais organizada e pacífica. “Nosso objetivo é mostrar aos ambulantes e à população que a polícia será implacável com a fiscalização, não admitindo o comércio ilegal de vendas”, pontuou.

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Alfredo Castro, a atuação da polícia será no sentido de proporcionar o bem estar aos foliões, que também devem ser alvo de um trabalho de conscientização para a festa. “Não podemos simplesmente nos limitar ao carnaval, daí a Polícia Militar já começar de imediato neste verão a agir nas festas de ruas da cidade, coibindo o trabalho ilegal dos ambulantes”.

Para o presidente da Saltur, Cláudio Tinoco, a fiscalização policial será facilitada devido ao patrocínio das principais marcas de cerveja, que distribuirão uniforme e material de trabalho para os ambulantes. “Somente os cadastrados recebem o kit das empresas, garantindo, com esta padronização, um melhor campo de visão para os policiais no momento em que tiverem que agir contra os ilegais”, explicou Tinoco.

O secretário da Sesp, Marcelo Abreu, informou que este ano apenas 2.660 ambulantes foram cadastrados para atuar no carnaval, comparados com os 5.500 de 2011. “Diante dos problemas registrados no carnaval passado, decidimos reduzir pela metade o número de ambulantes nas ruas”, declarou, explicando também que muitos deles não se cadastram para evitar o pagamento da taxa cobrada para a legalização do serviço. “O resultado é a invasão nas festas de verão e também no carnaval de pessoas descredenciadas para o trabalho nas ruas, daí necessitarmos da parceria com a polícia para se criar um cinturão de isolamento nestes festejos”, ressaltou.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: