jump to navigation

Brasil quer sediar primeira Copa do Mundo ecologicamente correta 09/02/2012

Posted by Afauna Natal in Meio Ambiente Urbano.
trackback

Fonte: Tribuna do Norte.

Obras dos estádios para o Mundial de 2014 estão sendo monitoradas de forma a cumprir especificações técnicas a favor do meio-ambiente

O Brasil quer entrar para a história ao se tornar o primeiro país a sediar uma Copa do Mundo sustentável. O objetivo inédito é garantir que as obras dos futuros estádios do Mundial sigam especificações técnicas a favor do meio-ambiente e, dessa forma, resultem em construções ecologicamente corretas.
Especialista querem fazer dos estádios construções sustentáveisPor trás deste projeto sustentável está  Felipe Faria, diretor de relações institucionais do Green Building Council Brasil. Sua empresa é responsável por monitorar as obras da Copa, o que inclui avaliar e emitir o certificado Leed, ou “verde”, concedido a edificações ambientalmente corretas. Para isso, ele defende que é preciso tornar a sustentabilidade um conceito nacional.

– Esse movimento de certificação dos estádios para a Copa do Mundo é único. Existem alguns estádios certificados fora do Brasil, principalmente nos Estados Unidos, como em Los Angeles, Miami e Washington, mas nenhum movimento integrado com diversas construtoras, operadoras e equipes de projetos que compartilham informações, trocam experiências e buscam a certificação de todas as arenas dentro desse evento esportivo – disse o especialista ao “SporTV News”.

Quem também defende a idéia é Vicente Castro, arquiteto do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. Ele ressalta a importância da preocupação com o meio-ambiente.

– O Brasil está despontando na nova economia do futuro, que é a “economia verde”. A busca pela sustentabilidade é uma questão estratégica para qualquer país hoje. É uma questão global onde todos precisam se envolver. E o Brasil, tendo essa visibilidade com os eventos da Copa do Mundo e das Olimpíadas, dará um passo muito importante para se posicionar como um líder nesse movimento – afirmou.

Um estádio, para se tornar sustentável, deve seguir regras básicas como localização ecológica, otimização do uso de materiais e recursos, eficiência energética, cuidado com emissões na atmosfera, além de primar por qualidade ambiental no interior da edificação. Estes critérios são levados em conta para a emissão do certificado “verde”.

A Fifa, entidade máxima do futebol mundial, também dá sinais de que se preocupa com o conceito de sustentabilidade. O primeiro plano da organização é tornar obrigatória a obtenção de certificados ecológicos para os estádios dos próximos Mundiais.

* Fonte: globoesporte.com

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: